29 de fev de 2008

"Harry Potter" é tão viciante quanto drogas, diz estudo

RIO - O personagem Harry Potter é tão viciante quanto a dependência em drogas. É o que garante o estudo de um médico americano que foi parar nesta sexta-feira nas páginas do jornal inglês "Daily Mirror".

Jeffrey Rudski descobriu um fã do jovem mago sofrendo sintomas de abstinência - incluindo depressão e perda de apetite - depois que o conto final de da bilionária escritora J.K. Rowling, "Harry Potter e as relíquias da morte", foi publicado.

Alguns dos quatro mil fãs pesquisados têm passado por volta de quatro horas por dias em atividades que envolvam o bruxinho. Um, sabendo que não haverá mais livro, lamentou: "Sinto que alguma coisa perto de mim morreu".

O professor de psicologia americano apontou outro dado: 20% de "quase viciados". Rudski concliu: "O vício em drogas não é diferente do de Harry Potter".

Exploração

J. K. Rowling se sentiria "explorada" caso uma enciclopédia extra-oficial sobre o menino bruxo compilada por um fã fosse publicada, de acordo com documentos judiciais divulgados na quinta-feira.

Steve Vander Ark escreveu "The Harry Potter Lexicon", uma obra de referência de 400 páginas que toma por base o seu popular site (www.hp-lexicon.org) para fãs dos livros. Rowling e a Warner Bros. estão processando a RDR Books, que planejava publicar o livro em novembro passado.

"Fico muito frustrada por um antigo fã ter tentado aproveitar meu trabalho para ganhar dinheiro", disse Rowling, 42, autora dos sete romances da série Harry Potter, todos imensos sucessos, em declaração enviada a um tribunal distrital norte-americano esta semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Pessoal todos estão autorizados a deixar o seu comentário do conteúdo deste Projeto e assim que puder estarei lendo e se possível respondendo.
Fiquem com Deus!