30 de mar de 2008

Mais Curiosidades Diversas

- O Salmo 119 tem, em hebraico, 22 seções de oito versículos. Cada uma das seções inicia com uma letra do alfabeto hebraico, de 22 letras. Dentro das seções, cada versículo inicia com a letra da seção.

- Que "o caminho de um sábado" era o caminho permitido no dia de sábado; a distancia que ia da extremidade do arraial das tribos ao tabernáculo, quando no deserto, isto é, cerca de 1.200 metros. - O capítulo 19 de II Reis é igual ao 37 de Isaías.

- No livro Lamentação de Jeremias, os capítulos 1, 2 e 4 têm versículos em número de 22 cada, compreendendo as letras do alfabeto hebraico. O capítulo 3 tem 66 versículos, levando cada três deles, em hebraico, a mesma letra do alfabeto.

- A Menor Bíblia: A menor Bíblia existente foi impressa na Inglaterra e pesa somente 20 gramas. Este fabuloso exemplar da Bíblia mede 4,5 cm de comprimento, 3 cm de largura e 2 cm de espessura. Apesar de ser tão pequenina, contém 878 páginas, possui uma séria de gravuras ilustrativas e pode ser lida com o auxílio de uma lente.

- A Maior Bíblia: A maior Bíblia que se conhece, contém 8.048 páginas, pesa 547 quilos e tem 2,5 metros de espessura. Foi confeccionada por um marceneiro de Los Angeles, durante dois anos de trabalho ininterrupto. Cada página é uma delgada tábua de 1 metro de altura, em cuja superfície estão gravados os textos.

- Vamos Ler a Bíblia? A Bíblia contém 31.000 versículos e 1.189 capítulos. Para sua leitura completa, são necessárias 49 horas, a saber, 38 horas para a leitura do Velho Testamento e 11 horas para a do Novo Testamento. Para lê-la audívelmente, em velocidade normal de fala, são necessárias cerca de 71 horas. Se você deseja lê-la em 1 ano, deve ler apenas 4 capítulos por dia.

- Tradução: Você sabia que das 2.000 línguas e dialetos falados no mundo, cerca de 1.200 já possuem a Bíblia ou textos bíblicos traduzidos?

- A primeira citação da redondeza da terra confirmava a idéia de Galileu, de um planeta esférico. Bastava que os descobridores conhecessem a bíblia. (Isaías 40:22).

- Davi, além de poeta, músico e cantor foi o inventor de diversos instrumentos musicais. (Amós 6: 5).

- O tio e a tia de Jesus se tornaram "crentes" na sua pregação antes de sua crucificação. (Lucas 24: 13 - 18, João19: 25).

-O nome "cristão" só aparece três vezes na Bíblia. (Atos 11:26, Atos 26:28 e I Pedro 4:16).

- A "Epístola da Alegria”, a carta de Paulo aos Filipenses, foi escrita na prisão e as expressões de alegria aparecem 21 vezes na epístola.

- Quem dá aos pobres, empresta a Deus, e Ele lhe pagará. (Provérbios 19: 17)

- O trânsito pesado e veloz, os cruzamentos e os faróis acesos aparecem descritos exatamente como nos dias de hoje. (Naum 2: 4)

- A mensagem através de "outdoors" é uma citação bíblica detalhada. (Habacuque 2: 2)

- Quem cortou o cabelo de Sansão não foi Dalila, mas um homem. (Juízes 16: 19)

- O nome mais comprido e estranho de toda a bíblia é Maersalalhasbas - filho de Isaias.
(Isaías 8: 3 - 4)

- Você sabia que a palavra fé é encontrada apenas quatro vezes no Antigo Testamento?
(Hc 2: 4; Jz 9:16, 9:19; e 1º Sm 21:5).

- Você sabia que a palavra "DEUS" aparece 2.658 vezes no V.T. e 1.170 vezes no N.T. num total de 3.828 vezes.

- Há na Bíblia 177 menções ao diabo em seus vários nomes.

- O maior versículo é no livro de Ester capítulo 8 versículo 9.

- O menor versículo é no livro de Êxodo capítulo 20 versículo 13.

- O versículo central da Bíblia é o Salmo 118:8, o qual divide a mesma ao meio.

- Os livros de Ester e Cantares de Salomão não possuem a palavra DEUS.

- A expressão "Assim diz o Senhor" e equivalentes, encontra-se cerca de 3.800 vezes na Bíblia.

- A Vinda do Senhor é referida 1845 vezes na Bíblia, sendo 1.527 no Antigo Testamento e 318 no Novo Testamento.

- A Palavra "Senhor" é encontrada na Bíblia 1.853 vezes e "Jeová (YHVH)" 6.855 vezes.

- A expressão "Não Temas!" é encontrada 366 vezes na Bíblia, o que dá uma para cada dia do ano!

- No Salmo 107 há 4 versículos iguais: 8, 15, 21 e o 31.

- Todos os versículos do Salmo 136 terminam da mesma maneira.

Mais Curiosidades Diversas

• As 2 únicas mulheres cujo a Bíblia cita as idades é Sara, esposa de Abraão, veja Gn.23.1 e a profetisa Ana, veja Lc.2.36,37.

• O segundo capítulo de Esdras é semelhante ao sétimo capítulo de Neemias.

• O único livro do Velho Testamento que tem apenas um capítulo é o livro de Obadias.

• O Salmo 14 é igual ao Salmo 53.

• A Bíblia faz menção a um livro que nós não conhecemos, o livro chamado Livro das Guerras do Senhor, Nm 21.14.

• O nome de personagem bíblico que mais aparece na Bíblia é o de Davi, que aparece parece cerca de 1105 vezes

• Os primeiros livros a serem escritos não foram os evangelhos e sim a epístola de Tiago e Gálatas

• Na Bíblia há pelo menos 6468 ordens ou mandamentos.

• A palavra Graça aparece 323 vezes na Bíblia.

• A Bíblia registra 8000 vezes a palavra Deus e 177 a palavra diabo.

• Quando Mateus narra a parábola da semente e refere-se a semente que caiu em boa terra, ele diz que produziu à 100,60 e 30 por um. Porém, quando Marcos narra a mesma parábola contada por Jesus e refere-se a semente que caiu em boa terra, ele diz produziu à 30,60 e 100 por um, Mt 13.8. Você sabia que esta inversão é explicada pelo fato de Mateus apresentar Jesus como Rei, e o Rei começa de cima para baixo e Marcos apresentar Jesus como servo, e o servo começa de baixo para cima.
• Um dos maiores compositores bíblicos é o rei Salomão, que escreveu 1005 músicas, IRs 4.32.

• A palavra ovelha aparece 500 vezes na Bíblia.

• A Bíblia foi escrita em 3 línguas: hebraico, aramaico e grego.
• O Antigo Testamento encerra citando a palavra: Maldição, e o Novo Testamento encerra citando: A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo.

• O livro de Ester e Cantares não citam a palavra Deus.

• A palavra El Shadai significa Deus Todo Poderoso e ocorre 50 vezes na Bíblia sendo 31 vezes somente no livro de Jó.
• A paternidade de Deus aparece 189 vezes no Evangelho, sendo 44 vezes no Evangelho de S.Mateus, 4 vezes no Evangelho de S.Marcos, 17 vezes no Evangelho de S.Lucas e 124 vezes no Evangelho de S.João.

• Na Bíblia são encontrados : 3.566.480 letras, 810.697 palavras, 31.173 versículos e 1.189 capítulos
• A palavra Evangelho vem do grego e signfica - Boas Novas e aparece 75 vezes no Novo Testamento

• Cristo é chamado Senhor Jesus 21 vezes no texto do Novo Testamento.

• Salmos 107 há 4 versículos exatamente iguais: os versículos 8,15,21 e 31

• Calvário ou Gólgota. Ambas as palavras, a primeira derivada do latim e a segunda do aramaico, significam "a caveira" ou "o lugar da caveira", e fazem referência ao lugar onde Cristo foi crucificado (Mt 27:33, Lc 23:33).
Se o chamaram "o lugar da caveira" por ser um local de execução (um lugar onde havia caveiras) ou porque o lugar parecia com uma caveira, não se sabe ainda hoje. A localização exata do calvário é atualmente desconhecida devido ao fato de Tito ter destruído Jerusalém no ano 70 D.C. Durante uns 60 anos, a cidade permaneceu em total ruína. Poucos cristãos regressaram para viver ali, e os que o fizeram, certamente eram em menor número do que aqueles que fugiram da cidade e não tiveram condições de reconhecer nenhum lugar em meio à devastação total.
Vários lugares têm sido sugeridos como a provável localização da sepultura, mas só dois deles são considerados com seriedade. Um é no interior da igreja do Santo Sepulcro, e outro é o calvário de Gordon, com sua tumba do jardim.

• Os instrumentos citados na Bíblia são:

SALTÉRIO: Instrumento de cordas para acompanhar a voz (Salmo 33.2; 144.9). Era uma espécie de alaúde, semelhante à viola, mas de forma triangular ou trapezoidal;

CÍMBALOS: Instrumentos de percussão formados por dois pratos;

ALAÚDE: Instrumento de corda, semelhante à viola. É a tradução da vulgar palavra hebraica nebel. Nebel é a maior parte das vezes traduzido pelo termo saltério. As cordas eram tocadas com os dedos (Isaías 5.12; 14.11; Amós 5.23; 6.5);

TAMBORINS: Pequenos tambores. Ainda hoje as mulheres do Oriente dançam ao som do tamborim. (ver: Êxodo 15.20; 2 Samuel 6.5; Jó 21.12);

HARPA: É o mais antigo instrumento musical que se conhece, existindo já antes do dilúvio (Gênesis 4.1). A palavra hebraica kinnor, que se acha traduzida por harpa, significa provavelmente a lira. Os hebreus faziam uso dela, não só para as suas devoções, mas também nos seus passatempos. Nas suas primitivas formas parece ter sido feita de osso e da concha de tartaruga. Que a harpa era um instrumento leve na sua construção, claramente se vê no fato de ter Davi dançado enquanto tocava, assim como também fizeram os levitas (1 Samuel 16.23; e 18.10). Não era usada em ocasiões de tristeza (Jó 30.31; Salmo 137.2).

Sobre os Apóstolos Mártires

Com exceção de Judas Iscariotes, que traiu Jesus e acabou se enforcando, e João, que após ser exilado na ilha de Patmos, obteve a liberdade e morreu de morte natural, todos os outros apóstolos que andavam com Jesus morreram como mártires.

Paulo: não era apóstolo oficialmente, foi considerado apóstolo do gentios por causa da sua grande obra missionária nos países gentílicos. Foi decapitado em Roma por ordem de Nero.

Matias: ficou no lugar de Judas Iscariotes, foi martirizado na Etiópia.

Simão: o zelote, foi crucificado.

Judas Tadeu: morreu como mártir pregando o evangelho na Síria e na Pérsia.

Tiago: (o mais jovem), pregou na Palestina e no Egito, sendo ali crucificado.
Mateus: morreu como mártir na Etiópia.

Tomé: pregou na Pérsia e na Índia, sendo martirizado perto de Madras no monte de São Tomé.

Bartolomeu: serviu como missionário na Armênia, sendo golpeado até a morte.

Filipe: pregou na Frígia e morreu como mártir em Hierápolis.

André: pregou na Grécia e Ásia Menor. Foi crucificado.

Tiago: (o mais velho) pregou em Jerusalém e na Judéia. Foi decapitado por Herodes.

Simão Pedro: pregou entre os judeus chegando até a Babilônia, esteve em Roma, onde foi crucificado com a cabeça para baixo.

Curiosidades Diversas

• O trânsito pesado e veloz, os cruzamentos e os faróis acesos aparecem descritos exatamente como nos dias de hoje em (Naum 2:4 - "Os carros andam furiosamente nas ruas; cruzam as praças em todas as direções; parecem como tochas, e correm como os relâmpagos.")
• A mensagem através de "out-doors" é uma citação bíblica detalhada. (Habacuque 2:2 - "Então o Senhor me respondeu , e disse: Escreve a visão e torna-se bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo.")
• Quem cortou o cabelo de Sansão não foi Dalila, mas um homem (Juízes 16:19 - "Então ela o fez dormir sobre os seus joelhos, e mandou chamar um homem para lhe rapar as sete tranças de sua cabeça. Depois começou a afligi-lo, e a sua força se lhe foi.")
• O nome mais cumprido e estranho de toda a bíblia é Maer-Salal-Has-baz, filho de Isaías (Isaías 8:3 - "E fui ter com a profetisa; e ela concebeu, e deu à luz um filho; e o Senhor me disse: Põe-lhe o nome de Maer-Salal-Has-Baz.")
• A primeira citação da redondeza da terra confirmava a idéia de Galileu, de um planeta esférico. Bastava que os descobridores conhecessem a bíblia. (Isaías 40:22 - "E ele o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e o desenrola como tenda para nela habitar.")
• Davi, além de poeta, músico e cantor foi o inventor de diversos instrumentos musicais.(Amós 6:5 - "que garganteiam ao som da lira, e inventam para si instrumentos músicos, assim como Davi;")
• O nome "cristão" só aparece três vezes na Bíblia. (Atos 11:26 - "e tendo-o achado, o levou para Antioquia. E durante um ano inteiro reuniram-se naquela igreja e instruíram muita gente; e em Antioquia os discípulos pela primeira vez foram chamados cristãos." / Atos 26:28 - "Disse Agripa a Paulo: Por pouco me persuades a fazer-me cristão." e I Pedro 4:16 - "mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus neste nome.")
• Você sabia que Salomão proferiu 3000 provérbios e 1005 cânticos? : (I Reis 4:29-34 - "Ora, Deus deu a Salomão sabedoria, e muitíssimo entendimento, e conhecimentos múltiplos, como a areia que está na praia do mar. A sabedoria de Salomão era maior do que a de todos os do Oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios. Era ele ainda mais sábio do que todos os homens, mais sábio do que Etã, o ezraíta, e do que Hemã, Calcol e Darda, filhos de Maol; e a sua fama correu por todas as nações em redor. Proferiu ele três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco. Dissertou a respeito das árvores, desde o cedro que está no Líbano até o hissopo que brota da parede; também dissertou sobre os animais, as aves, os répteis e os peixes. De todos os povos vinha gente para ouvir a sabedoria de Salomão, e da parte de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria.")
• Salomão tinha tanta sabedoria que até uma rainha queria lhe provar com enigmas. (I Crônicas 9:1,2 - "Tendo a rainha de Sabá ouvido da fama de Salomão, veio a Jerusalém para prová-lo por enigmas; trazia consigo uma grande comitiva, e camelos carregados de especiarias, e ouro em abundância, e pedras preciosas; e vindo ter com Salomão, falou com ele de tudo o que tinha no seu coração. E Salomão lhe respondeu a todas as perguntas; não houve nada que Salomão não lhe soubesse explicar.")

Sobre Livros da Bíblia

A tradução grega da palavra Bíblia (biblia (pl.)) significa livros. Seu tempo de composição durou aproximadamente 1600 anos, com um total de 40 autores aproximadamente. Possui 66 livros, divididos em Velho Testamento com 39 livros e Novo Testamento com 27 livros, assim classificados:

Históricos - Gênesis, Êxodo, Levíticos, Números. Deuteronômio, Josué, Juízes, Rute, I e II Samuel, I e II Reis, I e II Crônicas, Esdras, Neemias e Ester.

Poéticos - Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cânticos dos Cânticos.
Proféticos - (Maiores) Isaías, Jeremias, Lamentações de Jeremias, Ezequiel e Daniel, (Menores) Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.

Evangelhos - Mateus, Marcos, Lucas e João.

Histórico - Atos.

Cartas de Paulo - Romanos, I e II Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenes, Colossenses, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito e Filemon.

Cartas Gerais - Hebreus, Tiago, I e II Pedro, I, II e III João e Judas.

Profético - Apocalipse.

As divisões da Bíblia nos ajuda a saber e memorizar mais facilmente onde estão versículos ou histórias. Não se deve pensar que somente os proféticos é que têm profecia, ou só os poéticos só têm poesia, ou os doutrinários, que são as Epístolas só doutrinas; da mesma forma os históricos não são apenas para relatar fatos, assim como não há muitos fatos históricos. A Bíblia é uma fiel e verdadeira biblioteca.

Sobre a Bíblia

• O maior livro é o dos Salmos, com 150 capítulos.
• O livro menor é II João.
• O maior capítulo é Salmos 119.
• O menor capítulo é salmos 117.
• O capítulo 37 de Isaías e o 19 de II Reis são iguais.
• O maior versículo é Ester 8:9.
• O menor versículo é Êxodo 20:13.
• O versículo central é Salmos 118:8.
• Foram usados três idiomas em sua confecção: Hebraico, grego e aramaico.
• Foi escrita em aproximadamente 1600 anos, por uns 40 autores e contém 66 livros.

28 de mar de 2008

Adultério – Oito pecados

O adultério é um ato terrível. Porque é um pecado praticado por duas pessoas não é possível escondê-lo por muito tempo dos olhares de terceiros. No adultério estão envolvidas oito violações do código moral de Deus.

O PRIMEIRO pecado é aquele praticado contra o próprio adúltero. Por outras palavras, és responsável por todas as conseqüências do teu ato e culpado diante de Deus até tudo ser confessado. Até ao dia em que fores perdoado picar-te-á com o seu aguilhão destruidor e na tua consciência sentar-se-á soberano a ditar pensamentos pecaminosos.

O SEGUNDO pecado é contra a tua própria mulher. O adultério é violação dos votos matrimoniais. É um embuste contra a tua esposa e um ato de traição contra outro ser humano que depositou confiança em ti. Também este pecado se apegará à tua consciência para destruir toda a intimidade que é característica importante entre duas pessoas que se amam. Porém o teu olhar se desviará do olhar da tua esposa porque a tua intimidade com ela foi destruída. Sabes que a atraiçoaste e desejas que ela jamais o descubra. Os adúlteros têm esta particularidade: evitam olhar nos olhos daqueles que ofenderam.

Vem depois o pecado número TRÊS: pecaste contra o marido da adúltera. O adúltero engana também outro homem, em muitos casos contra um amigo, um membro da família ou um colega de trabalho. Dali em diante o adultério torna-se um terrível obstáculo e um embaraço silencioso na tua personalidade que destrói intimidades de longos anos. Cravaste a faca da traição nas costas do teu melhor amigo, dum membro da tua família, e dali em diante a tua conduta é pretender que nada de errado existe. A isso também se chama pecado mas não o contarei nestes oito.

A seguir vem o pecado número QUATRO: pecaste contra a própria parceira do teu ato. Embora a mulher seja parte do teu pecado, foi a tua iniciativa que a provocou a pecar. No princípio de uma relação adúltera existe a oportunidade de escapar à série de conseqüências desastrosas que o ato irá provocar. Falta de discernimento nesse instante fatal leva ao pecado de adultério e arrasta contigo outro ser humano.

Vem depois o pecado número CINCO: pecaste contra os teus próprios filhos. Quando o ato é descoberto e exposto à luz resulta na destruição do equilíbrio familiar, na confiança dos filhos nos pais. Magoaste aqueles para quem eras um modelo moral, mesmo para outros familiares e amigos. Os conselhos que deste em matéria de fidelidade à vida familiar são lembrados. Os teus filhos olham agora para ti como um mentiroso, falso e traidor. O respeito que te tinham é destruído e em muitos casos o teu ato afetá-los-á psicológica, moral e espiritualmente. Danificaste o seu respeito pela vida e alguns cometem suicídio. Este pecado contra os teus filhos é extremamente grave pois despedaça a sua fibra moral e faz com que vejam a sociedade onde vivem um ambiente de corrupção e mentira. Em muitos casos destrói por completo a harmonia da vida familiar. Os teus próprios pais voltar-te-ão as costas pois não podem mais ter confiança nas tuas ações, especialmente se tiverem que sofrer parte das conseqüências do teu ato, como seja, tomar conta dos teus filhos em sofrimento.

Vem depois o pecado número SEIS: contra os teus próprios amigos. A confiança que tinham em ti desaparecerá. No seu lugar instalar-se-á a suspeita, o ressentimento e a vergonha da tua presença no seu meio. Se consideram o matrimônio sagrado, quando chegas eles pensarão: "atraiçoou a própria esposa, os filhos inocentes, parentes e a nós. Quem será a próxima vítima? Eis um homem adúltero."

Vem a seguir o pecado número SETE: pecaste contra a sociedade. Sabes que para se viver numa sociedade equilibrada é importante respeitar o código moral bíblico. Isto é, fazer aos outros o que queres que te façam a ti (Mateus 7:12). Enquanto eras fiel à tua mulher não desejavas que ela adulterasse contra a tua pessoa. Casaste com ela dentro do princípio moral que todos nós temos que obedecer. O marido da mulher com quem adulteraste seguiu também o mesmo princípio. Nenhuma destas quatro pessoas iniciou a sua vida matrimonial com o objetivo preconcebido de um dia cometer adultério. O fato é que ninguém casa com o desejo de praticar tal ato. Assim, a sociedade em que vivemos é afetada pelo adultério e muito sofrimento é causado a espectadores inocentes.

Vem depois o pecado número OITO, o último mas não o menor: pecaste contra o próprio Deus. O matrimônio é uma união sagrada, no sentido em que é uma instituição ordenada por Deus na Bíblia. Por causa da dureza do coração do homem há certos casos justificáveis de divórcio, mas não existe no código divino uma única sentença para justificar o adultério. Está escrito: NÃO ADULTERARÁS (Êxodo 20:14). É um mandamento muito claro. Violar este mandamento é pecar abertamente contra Deus Onipotente que ordenou o casamento e proibiu o adultério. As conseqüências desta desobediência são terríveis: INFERNO! A Bíblia nomeia nas suas páginas aqueles que não entrarão no reino de Deus e o adúltero faz parte da lista (1 Cor 6:10).

OITO PECADOS, com as suas desastrosas ramificações e conseqüências. Não é porém o pecado imperdoável. O adultério pode ser perdoado e o Senhor Jesus demonstrou-o perdoando uma mulher apanhada no próprio ato. Quando os religiosos daquele tempo a trouxeram aos pés de Jesus para ouvirem dos Seus lábios a confirmação do que estava escrito na lei quanto ao adultério, apedrejamento até à morte, o Senhor sem dizer uma palavra escreveu alguns nomes na areia do chão. Escreveu Ele os nomes de alguns daqueles líderes ou de membros das suas sinagogas que já tinham também cometido adultério?

A tragédia do adultério é evidenciada pelo fato das duas partes não se arrependerem juntas. Jesus perdoou a mulher adúltera mas onde se escondeu o homem que a levou a pecar? A agitação causada pelo adultério é como poderosa onda que avança e destrói. No caso do rei David destruiu uma nação. No caso de um homem anônimo causa injúria a muitas pessoas anônimas, esposa, filhos, parentes, amigos e até àqueles que ainda não nasceram. É um pecado perdoável mas deve ser confessado pelas duas partes cedo antes de se tornar a causa de conseqüências graves, a curto e longo prazo. Mas porque é que o homem e a mulher ofendem a Deus com o adultério? Por causa de desobediência. Deus diz NÃO ADULTERARÁS, porém a ordem é ignorada.

O princípio universal de conduta moral, isto é, que somos livres para escolher, mas depois somos responsáveis pelos resultados das nossas escolhas, é também aplicado ao adultério. O adúltero diz que o homem é dirigido por fortes emoções físicas impossíveis de controlar. Deus ordena que não cometas adultério. É uma poderosa ordenança. A tua escolha é obedecer a ordem divina ou obedecer as tuas emoções físicas. O resultado não pode ser escolhido. Governar a tua vida pelas tuas paixões internas é muito arriscado porque o pecado jaz à porta do teu coração (Gênesis 4:7).

O homem foi criado por Deus para apreciar e obedecer a Sua lei moral, mesmo em condições as mais primitivas. Escolhe o adultério mas não poderás alterar as suas desastrosas conseqüências. Se todos nós vivêssemos numa sociedade onde todos adulteravam uns contra os outros, a vida familiar não existiria porque todos praticavam a mentira, a desonestidade e a ofensa e a vida seria insuportável. Ninguém acreditaria no seu próximo e os filhos pagariam um preço terrível pelos nossos pecados. Deus puni-los-ia por causa do nosso pecado (Êxodo 20:5b). Nesse tipo de sociedade, onde toda a gente seria desleal e mentirosa, o amor e o bem não poderiam florescer. Significaria auto destruição como nos dias de Noé.

O adultério é terrível porque cria circunstâncias e conseqüências que não podem ser alteradas e magoa muitas vítimas inocentes. Qual é então a razão porque um homem comete adultério? Um homem está inclinado e disposto a infligir angústia e sofrimento à sua esposa, aos seus filhos e outros, e a violar importante princípio moral contra ele próprio simplesmente porque inclina o seu ouvido e obedece à sugestão do diabo (Provérbios 7:1-5; 23:27-28).

NÃO ADULTERARÁS. "Assim, o que adultera com uma mulher é falto de entendimento; aquele que faz isso destrói a sua alma. Achará castigo e vilipêndio, e o seu opróbrio nunca se apagará. Porque os ciúmes enfurecerão o marido; de maneira nenhuma perdoará no dia da vingança. Não aceitará nenhum resgate, nem se conformará por mais que aumentes os presentes." Provérbios 6:32-35 (Almeida Corrigida Fiel)

Ficar. Certo ou Errado? Parte 3

Como filhos de Deus, não devemos deixar que o mundo dite para nós regras, costumes e modismos que não estão baseados na Palavra de Deus. Estas regras, costumes e modismos devem ser avaliados à luz das Escrituras Sagradas passando assim pelo crivo de Deus. Se os mesmos passarem pela peneira de Deus (A Sua Palavra), podemos incorporar em nosso padrão de vida! Mas, se forem reprovados, devemos considerá-los como não aceitáveis em nossas vidas.

Passamos pela peneira da Palavra de Deus, "O FICAR", atitude comportamental adotada pela maioria dos jovens. Vimos que este tipo de comportamento é descabido para ser incorporado à vida cristã de um jovem crente que quer agradar a Deus verdadeiramente. Espero que, diante da análise que fizemos, você não deseje que tal comportamento faça parte da sua vida.

DEUS TE ABENÇOE! MaraNata!

Ficar. Certo ou Errado? Parte 2

Em primeiro lugar, o ficar fere o princípio bíblico da monogamia. Monógamo é uma pessoa que tem um só cônjuge. O inimigo de Deus e nosso quer destruir este princípio áureo ensinado pelo Senhor no início da Sua criação. Em Gên 2:18 a Palavra de Deus diz: "E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele." "Uma" em "uma ajudadora" é usada para descrever um único ao invés de mais que uma. Então, a atitude de "ficar" é usada pelo Diabo para que os jovens não dêem importância a este princípio singelo e divino, acostumando suas mentes a repudiarem a monogamia.

Em segundo lugar, o ficar fere o princípio bíblico da não defraudação. 1Te 4:6 diz: "Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos." Enganar é igual a defraudar. DEFRAUDAÇÃO, no sentido mais técnico e específico, dentro do contexto do versículo acima, significa despertar desejos ou excitação sexual na pessoa do sexo oposto mas sem ter condições plenas e lícitas de satisfazer os desejos despertados. É este tipo de sentimento e atitude que são estimulados na vida dos que praticam o "ficar".

Em terceiro lugar, o ficar fere o princípio bíblico de não se prostituir. 1Te 4:3 diz: "Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição;" A palavra prostituição vem da palavra grega porneia que significa: Prostituir o corpo de uma pessoa para a luxúria de outra. Ou pessoa que se rende à corrupção por causa de lucro. No verso acima Deus declara a Sua vontade santa para os salvos que é a abstinência de prostituição em suas vidas. O "ficar" é uma atitude que leva o crente a agir de maneira desrespeitosa a esta grande vontade de Deus.

Em quarto lugar, o ficar fere o princípio bíblico de não sermos iguais ao mundo. Em Rom 12:2 "E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." A expressão "sede conformados" do verso acima significa: conforme à moda da pessoa ou à mente da pessoa e caráter para outro padrão. Então, o mundo que jaz no maligno (1Jo 5:19, acima), se encarrega de lançar modismos e costumes que forçam muitos a serem iguais a ele e não ao Senhor. Um dos grandes esforços do Diabo é levar o homem a desonrar o seu corpo que foi criado por Deus para ser o templo do Espírito Santo. Uma outra palavra que gostaria de destacar no verso acima é a palavra "sede transformados" ou "metamorphoo" que significa: transfigurai, transformai, mudai. Ou seja, a mente do crente deve estar em constante estado de mudança, objetivando ser igual à do Senhor Jesus Cristo. A pessoa que tem a mente de Cristo jamais iria aprovar nem tampouco participar deste comportamento pecaminoso chamado "ficar".

Ficar. Certo ou Errado? Parte 1

O mundo em que vivemos tem grande facilidade de lançar costumes e modismos que ferem princípios da Palavra de Deus, desfazendo assim os valores que são pré-estabelecidos nas Escrituras.

Os valores mundanos têm distorcido e influenciado a vida de muitos jovens em várias áreas, distanciando-os cada vez mais das verdades e princípios contidos na Palavra de Deus.

A influência e a pressão que o sistema mundano exerce sobre os jovens, quer sejam crentes ou não, é muito grande, pois quem se encarrega de fazer as mesmas é o Diabo, ele é o deus deste século conforme diz 1Jo 5:19. Ele se empenha em destruir ou distorcer os ensinos de Deus.

Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno. (1 João 5:19 ACF)

Sendo sabedor destas verdades o jovem crente deve recorrer à Palavra de Deus para ver até que ponto o "deus deste século", usando o sistema comandado por ele (O MUNDO), tem influenciado a sua vida ao ponto que a mesma chegue a assimilar os valores e modismos mundanos.

Por que estou falando tudo isto? Porque quero abordar uma prática mundana que tem sido assimilada pelos jovens descrentes e, infelizmente, por uma grande parte dos jovens crentes.

Já ouvi até no meio dos jovens da minha igreja a expressão: "Fulano ficou à noite passada com Beltrana".

Em uma definição que fora retirada do livro "Ficar Sim ou Não" do pastor Mauro Clark, o mesmo descreve com muita sabedoria este novo comportamento que está na moda entre a mocidade dos nossos dias. "Ficar: É um relacionamento informal, rápido e descomprometido entre um rapaz e uma moça, durante o qual eles trocam carícias de intimidades variadas, chegando eventualmente ao ato sexual."

O propósito do nosso estudo é fazer uma análise e vermos se um jovem ou qualquer tipo de pessoa que tem o procedimento de "Ficar" fere ou não princípios cruciais da Palavra de Deus.

27 de mar de 2008

Intimidade sexual no casamento

“A INTIMIDADE SEXUAL É LIMITADA AO MATRIMÔNIO. SOMENTE NESTA CONDIÇÃO ELA É ACEITA E ABENÇOADA POR DEUS. MEDIANTE O CASAMENTO, MARIDO E MULHER TORNAM-SE UMA SÓ CARNE, SEGUNDO A VONTADE DE DEUS. OS PRAZERES FÍSICOS E EMOCIONAIS NORMAIS, DECORRENTES DO RELACIONAMENTO CONJUGAL FIEL, SÃO ORDENADOS POR DEUS E POR ELE HONRADOS”.

UMA SÓ CARNE
Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne. Gênesis 2. 24
Deus presenteou Adão e Eva com o matrimônio. Eles foram criados perfeitos um para o outro. O casamento não foi uma conveniência, tampouco foi criado por qualquer cultura. Ele foi instituído por Deus e possui três aspectos básicos: (1) o homem deixa seus pais e, em ato público, promete-se a si mesmo à sua esposa; (2) o homem e a mulher são unidos, assumindo responsabilidades pelo bem-estar mútuo e amando um ao outro antes das outras pessoas; (3) ambos tornam-se um na intimidade e no comprometimento de união sexual que são reservados para o casamento. Casamentos sólidos incluem estes três aspectos.



MANTENHA O LEITO CONJUGAL PURO
Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros.
Hebreus 13.4
Respeitar o casamento, seus votos sagrados e sua intimidade física é um outro aspecto da vida santificada à qual Deus chama o seu povo. O “leito sem mácula” é um eufemismo para a intimidade e as relações sexuais entre o marido e a esposa. Ao contrário do estilo de vida sexualmente promíscuo do mundo, o alto padrão de Deus para a sexualidade humana consiste na pureza e na fidelidade. A união e a intimidade sexual são reservadas para o casamento, e Deus as considera como honradas e puras. A intrusão sexual de uma terceira pessoa na relação do casamento a contamina, e é condenada por Deus.
A fim de prevenir-se contra a imoralidade sexual, Deus ordenou o sagrado relacionamento do matrimônio. SEM MÁCULA contém mais do que uma aprovação do relacionamento conjugal, mas também vincula a responsabilidade do casal de preservar sua intimidade das práticas perversas e degradantes de uma sociedade lasciva.

DESFRUTE DA INTIMIDADE SEXUAL
O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com a sua mulher, e da mesma forma a mulher para com o seu marido. - A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido. Da mesma forma, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher. – Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio. I Coríntios 7. 3 a 5
Estes são versículos notáveis porquanto revelam pontos de vista que parecem estar muito adiantados para o seu tempo: uma saudável percepção da sexualidade da mulher, e a compreensão da completa igualdade existente entre um homem e uma mulher, na área mais íntima de seu relacionamento. As Escrituras não dão qualquer apoio à noção de que as relações sexuais visam unicamente o aprazimento do marido.
A relação sexual é uma expressão íntima de afeição entre marido e esposa. O apóstolo sublinha sua importância no casamento declarando aquilo que, na verdade, é um dever: o marido deve estar disponível para sua esposa quando ela desejar, e a esposa, para seu esposo quando ele desejar.
Dentro do casamento, a união sexual é natural, saudável e prazerosa, não somente durante um momento, mas durante toda a vida conjunta.

O LIVRO DE CANTARES
Cantares é uma canção de amor que honra o matrimônio. As alusões mais explícitas sobre sexo na Bíblia podem ser encontradas neste livro, que, muitas vezes, tem sido criticado por causa da linguagem sensual empregada pelo escritor. Contudo, a pureza e a santidade do amor representado nele são muito necessárias nos dias de hoje, nos quais o amor, o sexo e o casamento são banalizados. Deus criou o sexo e a intimidade; mas para serem desfrutados dentro do casamento. Um marido e uma esposa honram a Deus quando se amam e desfrutam um do outro

AME E SEJA FELIZ
Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o seu amor do que o vinho. (Cantares 1. 2)
Essa vívida descrição de um relacionamento amoroso começa com a figura do próprio amor, que é “melhor do que o vinho”; faz com que aqueles que se amam sejam felizes. O texto em Atos 10. 9-16 nos ensina que não devemos interpretar mal ou chamar de comum aquilo que Deus criou e purificou. Podemos desfrutar o amor. Deus o criou como um presente para nós e um deleite para todos os nossos sentidos.

TENHA TEMPO PARA SEU CÔNJUGE
Aparecem flores na terra, e chegou o tempo de cantar; já se ouve em nossa terra o arrulhar dos pombos. - A figueira produz os primeiros frutos; as vinhas florescem e espalham sua fragrância. Levante-se, venha, minha querida; minha bela, venha comigo. (Cantares 2. 12 e 13)

Aqueles que se amam celebram sua alegria na criação e em seu amor. Deus criou o mundo, a beleza da natureza, presenteou-nos com o amor e o sexo e nos deu os sentidos para que desfrutemos deles. Nunca deixe os problemas, os conflitos ou as assolações do tempo arruinarem sua capacidade de alegrar-se com os presentes de Deus. Tenha tempo para desfrutar aquilo que Deus criou.



PERTENCER E SER DESEJADA
Eu pertenço ao meu amado, e ele me deseja. (Cantares 7.10 Ver 7 a 13)
Quando o relacionamento amadurece, deve haver mais amor e liberdade entre os cônjuges. Aqui, vemos que a jovem tomou a iniciativa de convidar seu esposo para o amor. Muitas culturas têm estereótipos sobre o papel que o homem e a mulher devem desempenhar no ato sexual. Porém a segurança do verdadeiro amor dá a ambos os cônjuges a liberdade de tomar a iniciativa de exprimir seus sentimentos e desejos.



PERTENCER UM AO OUTRO
Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu. (Cantares 6.3a)
O amor que os dois enamorados têm um pelo outro é genuíno e fiel. Não há desejo nem espaço para outra pessoa. No casamento, deve haver tal amor mútuo e dedicação, que a fidelidade conjugal seja da máxima importância na vida do casal. (bep 2.16)

ELOGIE SEMPRE O SEU CÔNJUGE
Tu és toda formosa, querida minha, e em ti não há defeito.
O seu falar é muitíssimo doce; sim, ele é totalmente desejável. Tal é o meu amado, tal, o meu esposo, ó filhas de Jerusalém (Cantares 4. 7 e 5. 16; ver 4.1 a 7 e 5.10 a 16)

Como espectadores, é possível que fiquemos embaraçados ao ler estas passagens em que os amantes expõem sua intimidade. No êxtase de seu amor, eles se elogiam mutuamente, usando belas imagens. Suas palavras podem ser estranhas para os leitores de uma cultura diferente, porém o intenso sentimento de amor e de admiração são universais. Comunicá-los através de palavras e ações fortalecem qualquer relacionamento.



REFLETINDO:
SEXUALIDADE, UM DOM DO CRIADOR: Embora a palavra “sexo” não apareça na Bíblia, a linguagem bíblica descreve o plano de Deus para o comportamento sexual humano, inclusive para a geração de uma descendência e para o prazer sexual no casamento. O sexo foi planejado pelo Criador como um presente especial, que permite ao marido e à esposa expressarem sua unidade em amor íntimo e exclusivo e compartilhar do plano dele para a procriação. Os impulsos sexuais são dados por Deus como um meio de atingir o êxtase natural mais elevado que o corpo humano pode experimentar.



CÔNJUGES: Aprendam a arte perdida do amor verbal. Aprendam a dizer palavras de amor que acariciam a alma do seu/sua companheiro/a.
Entenda e creia que o Senhor continua a ver o relacionamento sexual dentro da santidade do casamento como “muito bom” e o abençoa.
Exalte, no casamento, as virtudes do seu cônjuge acima das virtudes de outros.
Reserve momentos regulares, periódicos, com seu cônjuge para revigorar e renovar o romance em seu casamento.

24 de mar de 2008

Coelho ou cordeiro? Eis a questão!

pascoa.jpgO termo “Páscoa”, oriundo do verbo hebraico Pasah e do substantivo Pesah, significa “passar sobre algo”, “passar através”, “passar por cima”, e ainda significa “cordeiro pascal”. Tais significados, relacionam-se com a última das dez pragas enviadas por Deus contra o Faraó e toda a terra do Egito,

Coelho ou cordeiro? Eis a questão!
Pr. Jamil Abdalla Filho

O ser humano não precisa de um coelho de Páscoa, antes sim, do cordeiro da Páscoa


As lojas sofrem uma transformação radical na disposição e apresentação dos produtos já existentes, pois chegaram aqueles que vão reinar nas prateleiras, pelo menos por alguns dias, e vidrar os olhos de todas as crianças, desde as menores até as “crianças” maiores – os famosos ovos de Páscoa. As escolas de educação infantil alteram a normalidade de suas atividades, a fim de que as crianças assumam um nova cara e um breve “sonho”, o sonho de ser coelho por um dia, pois afinal, é Páscoa.

Em meio à essa confusão achocolatada pascal, até o Mickey Mouse sai dos refletores e dirige-se ao camarim, tendo em vista que um outro animal já ganhou a cena – O “coelho de Páscoa”. O coelho, mamífero roedor silvestre, já domesticado, caracterizado por longas orelhas, bela pelagem, dois pares de dentes incisivos superiores, deslocamento por pulos ligeiros, e por uma reprodução rápida e abundante, apesar de tornar-se o símbolo mitológico da superstição de fertilidade e prosperidade de alguns povos do mundo antigo, permanece impotente para acrescentar qualquer benefício significativo, diante do real sentido da Páscoa.

O termo “Páscoa”, oriundo do verbo hebraico Pasah e do substantivo Pesah, significa “passar sobre algo”, “passar através”, “passar por cima”, e ainda significa “cordeiro pascal”. Tais significados, relacionam-se com a última das dez pragas enviadas por Deus contra o Faraó e toda a terra do Egito, por ocasião da libertação do povo de Israel da escravidão naquela nação, ou seja, a praga da morte de todos os primogênitos em todo o Egito, humanos e animais, registrada no livro de Êxodo 12:1-36. Entretanto, nenhum dos primogênitos do povo de Israel foi ferido pelo juízo de Deus, porquanto o Senhor “passou por cima ou sobre suas casas” sem atingí-los. A razão de tal livramento foi a confiança na Palavra de Deus de que tudo se cumpriria e a resultante obediência em marcar os batentes das portas com o sangue de um cordeiro separado para aquele fim, conforme se lê: “O cordeiro será sem defeito, macho de um ano; podereis tomar um cordeiro ou um cabrito...Tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem... Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão; comê-lo-eis à pressa: é a páscoa do Senhor. Porque naquela noite passarei pela terra do Egito, e ferirei na terra do Egito todos os primogênitos, desde os homens até os animais; executarei juízo sobre todos os deuses do Egito: Eu sou o Senhor. O sangue vos será por sinal nas casas em estiverdes: quando eu vir o sangue, passarei por (“cima de”) vós, e não haverá entre vós praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito. Este dia vos será por memorial e o celebrareis como solenidade ao Senhor: nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo” (Êxodo 12:5, 7, 11-14).

Este memorial prefigurava o cumprimento perfeito da Páscoa de Deus que se consumou na vida impecável de Jesus, O Cristo, e, principalmente, em sua morte como o substituto providenciado pelo próprio Deus em lugar dos pecadores, a fim de que, pelo seu sangue, livre do juízo e da “ira vindoura” de Deus todos aqueles que renderam-se ao senhorio de Jesus Cristo, pela fé no Evangelho. Deus não mais requer, nem aceita sacrifícios de sangue, sejam animais ou humanos, pois as Escrituras afirmam: “Ora todo sacerdote se apresenta, dia após dia, a exercer o serviço sagrado e a oferecer muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca jamais podem remover pecados; Jesus, porém, tendo oferecido para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus... Porque como uma única oferta aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados” (Hebreus 10:12-14). Por isso, João Batista, ao ver a Jesus, indicou: “Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! (João 1:29), e pela mesma razão o apóstolo Paulo escreveu: “...e como, deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro, e para aguardardes dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, Jesus, que nos livra da ira vindoura.”(I Tessalonicenses 1:9-10). O ser humano não precisa de um coelho de Páscoa, antes sim, do cordeiro da Páscoa.

20 de mar de 2008

OLHOS ABERTOS!

Filme: A Bússola de Ouro

Para alertar aos irmãos quanto ao conteúdo deste filme, e com o intuito de nós, como povo de Deus no Brasil, boicotarmos a sua exibição.
O Filme A Bússola Dourada, foi baseada nos livros de Philip Pullman, chamados "HIS DARK MATERIALS", que significa aproximadamente: "Seus Trabalhos das Trevas".

Philip Pullman, admitiu no ano de 2003, "Meus filmes são a respeito da morte de Deus", e mais tarde admitiu que seu objetivo é que as crianças de todo mundo "decidam contra Deus e o Reino dos Céus".
Ele ainda disse, que a "Religião Cristã é um poderoso e convincente erro, só isto", e declarou que a maneira de alcançar todo mundo " é escrever livros para as crianças", e desta forma contaminar toda uma geração.

Na Inglaterra, seus livros são mais populares do que Harry Potter, a série sobre o menino que pratica bruxarias, e os livros de Pullman estão começando a ganhar força principalmente nos EUA.
Entre outras coisas, o filme, assim como na história original, retrata um mundo paralelo no qual criaturas chamadas "daemons" levam a alma das pessoas...repare a palavra daemons...é uma corrupitela da palavra demons em inglês, ou seja, demônios...

Como era de se esperar, o mal nunca vem mostrando sua verdadeira face, e o filme é cheio de efeitos especiais bonitos de se ver, trazendo a atriz Nicole Kidman, para atrair o público e a mídia....Mas por trás de toda beleza cinematográfica, está uma mente inspirada pelo diabo, para causar dano nas mentes de milhões de crianças.

A igreja católica já se manifestou contra o filme, reconhecendo sua perversidade, e temendo que as crianças ao assistirem ao filme, queiram ler os livros de Pullman, cujo conteúdo é ainda mais perverso.
Desta forma, também manisfestamos nossa indignação e estamos pedindo aos verdadeiros cristãos que, NÃO ASSISTAM, E NÃO DEIXEM SUAS CRIANÇAS ASSISTIREM A ESSE FILME, para que o mesmo se torne um FRACASSO DE BILHETERIA no Brasil.

Pais, Educadores e Líderes Infantis instruam acerca deste plano malígno de distorção do caráter das crianças em relação ao temor a Deus.

DIVULGUEM PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS EM SUA IGREJA E POR E-MAIL.

Que o Senhor nos abençoe e nos guarde te todo mal.

18 de mar de 2008

Deixa Deus te Guiar!

VERSÍCULO:
Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. -- Provérbios 3:5-6

PENSAMENTO:
O que você usa como bússola para sua vida? Não importa quão inteligente, sábio, experimentado ou quanto conhecimento temos, somente Deus pode guiar nossos passos na direção certa. Deus pede que nós confiemos nele e na sua sabedoria mesmo quando não vemos imediatamente a razão por trás disso. Ele quer que nós reconheçamos sua presença, direção e graça em tudo que fazemos. À medida que confiamos e reconhecemos sua presença, reconhecemos que nossos caminhos são mais retos e nossos destinos mais próximos.

ORAÇÃO:
Aba Pai, por favor, dê-me coragem para não contar com o meu próprio entendimento. Eu sei que meus pensamentos podem ter falhas, e o que pretendo para o bem pode não dar certo. Por favor, abençoe-me com sabedoria e discernimento na minha busca de viver para o Senhor no mundo confuso e imoral de hoje. Em nome de Jesus. Amém.

Como chegar na Santidade?

VERSÍCULO:
Que concluiremos então? Estamos em posição de vantagem? Não! Já demonstramos que tanto judeus quanto gentios estão debaixo do pecado. Como está escrito: “Não há nenhum justo, nem um sequer; -- Romanos 3:9-10

PENSAMENTO:
Paulo está voltando ao ponto em Romanos 3, de que nenhum de nós chega perto da perfeição e santidade de Deus. Então, como chegamos lá? Como escapamos da fortaleza do pecado? A resposta de Deus é Jesus! Eu acredito que esta também deve ser a nossa resposta!

ORAÇÃO:
Deus Santo e Justo, eu admito diante do Senhor o pecado em minha vida. Por favor, abençoe-me e dê-me poder para viver como um filho vitorioso. No nome de Jesus eu oro. Amém.

14 de mar de 2008

Como enfrentar tribulações

TRIBULAÇÃO: Aflição, adversidade moral


CRENDO QUE A TRIBULAÇÃO PRODUZ PERSEVERANÇA

E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência. Romanos 5. 3

A palavra “tribulação” refere-se a todos os tipos de provações que podem nos afligir. Isto inclui coisas como necessidades financeiras ou materiais, circunstâncias difíceis, tristeza, enfermidade, perseguição, maus tratos ou solidão. Em meio a estas aflições, a graça de Deus nos capacita a buscar mais diligentemente a sua face e produz em nós um espírito e caráter perseverantes, que vencem as provações e as aflições da vida. A tribulação, ao invés de nos levar ao desespero e à desesperança, produz a paciência.


CRENDO QUE O SENHOR NÃO ESTÁ LONGE

Por que, SENHOR, te conservas longe, E te escondes nas horas de tribulação? Salmos 10. 1

Às vezes, podemos sentir a presença de Deus que nos abriga como um cobertor quente de amor e proteção. Em outras ocasiões, talvez não sintamos nada senão um silêncio estranho e deprimente. Salmos como esse nos mostram que tais sentimentos de abandono não são incomuns. Mas, como Davi nos faz lembrar em outro texto, podemos ter a certeza de que Deus está sempre conosco, não importa como nos sintamos.


ORANDO E CRENDO QUE O SENHOR RESPONDE

O SENHOR te responda no dia da tribulação; o nome do Deus de Jacó te eleve em segurança. Salmos 20. 1

Os salmos 20 e 21 são paralelos. São orações a Deus em torno da luta de seus fiéis contra seus inimigos. O Sl. 20 é uma oração antes da batalha; o Sl. 21 é um ato de louvor depois da batalha. Para o crente em Cristo, o Sl. 20 pode ser aplicado à sua luta espiritual. No presente, batalhamos contra as forças invisíveis, porém claramente reais, do mal, e ansiamos pela vitória sobre Satanás e os poderes demoníacos, e por ficarmos livres da presença deles.


CRENDO QUE DEUS É SOCORRO PRESENTE

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações.
Salmos 46. 1

Deus quer estar perto do seu povo e prover-lhe ajuda e consolo. Este salmo evidencia fé e confiança em Deus, em ocasiões de instabilidade e insegurança. (1) – Em Deus temos o poder e a capacidade de enfrentar as incertezas e lutas da vida. “Refúgio” fala de abrigo no perigo, mostrando que Deus é nossa real segurança nas tormentas da vida (ver Is. 4. 5, 6). “Fortaleza” refere-se à força divina na peleja do crente contra seus inimigos (21. 8; Êx. 15. 13) e inclui o poder de Deus que opera em nós (Cl. 1. 29) e nos capacita a vencer os obstáculos da vida. (2) Conclusão: Deus é “socorro bem presente nas tribulações”. Ele está ao alcance do seu povo e quer que busquemos seu socorro em qualquer momento de necessidade (Hb. 4. 16). Ele é suficiente em qualquer situação e nunca nos deixa só. Por isso, não precisamos temer.


CRENDO QUE O SENHOR LIVRA

Na sua aflição, clamaram ao SENHOR, e Ele os livrou da tribulação em que se encontravam. Salmos 107. 6

Veja Salmos 107. 6, 10-17, 19, 28. Como é difícil passar por momentos assim! Alguns problemas da vida são tão sérios que não nos deixam apenas tristes ou preocupados, mas profundamente angustiados. Num momento desses, muitas vezes pensamos que Deus não se importa mais conosco e que a nossa dor nunca passará, porque não há solução para o nosso problema. Leia o texto bíblico e descubra lições importantes que o ajudarão a lidar com os momentos de angústia: (1) – Deus sabe que estamos sofrendo e está disposto a nos ouvir. Ore e abra o seu coração para o Senhor. (2) – Pode ser que você se sinta culpado (veja os versículos 11-12). Confesse tudo ao Senhor. Ele o perdoa totalmente. (3) – Deus permite momentos de angústias para o nosso próprio bem e crescimento. Vemos as coisas com outros olhos depois. (4) – Lembre-se que, ainda que demore um pouco, esse momento vai passar. (5) – Quatro vezes o salmo afirma: clamaram ao Senhor e Ele os livrou das suas tribulações (v. 6, 13, 19 e 28).


CRENDO QUE DEUS CONSOLA PARA CONSOLARMOS A OUTROS

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, - que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações.
II Coríntios 1. 3 e 4

Muitos pensam que quando Deus nos consola, nossas dificuldades devem desaparecer. Mas, se fosse sempre assim, as pessoas se voltariam a Deus somente com a intenção de serem aliviadas da dor, e não por amor a Ele. Devemos entender que ser “consolado” pode também significar receber forças, encorajamento e esperança para lidar com as nossas dificuldades. Quanto mais sofremos, mais conforto Deus nos dá. Se você estiver se sentindo subjugado, permita que Deus lhe console. Lembre-se de que, a cada prova que enfrentar, você confortará outras pessoas que estão sofrendo dificuldades semelhantes às suas.


SOFRENDO TRIBULAÇÕES, PARA ENTRAR NO REINO DE DEUS

Eles pregaram as boas novas naquela cidade e fizeram muitos discípulos. Então voltaram para Listra, Icônio e Antioquia, - fortalecendo os discípulos e encorajando-os a permanecer na fé, dizendo: “É necessário que passemos por muitas tribulações para entrarmos no Reino de Deus”. Atos 14. 21 e 22

Aqueles que se dedicam a Cristo como Senhor, e que um dia entrarão no Reino do Céu, hão de sofrer “muitas tribulações” ao longo do seu caminho. Por viverem em meio a um mundo hostil, têm que se engajar na guerra espiritual contra o pecado e o poder de satanás (Ef. 6.12; cf. Rm. 8.17; 2 Ts. 1. 4-7; 2 Tm. 2. 12). Por outro lado, a vida verdadeiramente cristã é uma contínua batalha contra os poderes do mal. (1) – Os que são fiéis a Cristo, à sua Palavra e aos caminhos de justiça, terão problemas e aflições neste mundo (Jo. 16. 33). Somente o “crente” morno ou de meio termo viverá em paz com este mundo (cf. Ap. 3. 14-17). (2) – O presente mundo ímpio, bem como os falsos crentes, continuarão como adversários do evangelho de Cristo até quando o Senhor derrubar o sistema maligno deste mundo, na sua vinda (Ap. 19, 20). Entrementes, a esperança do crente “está reservada nos céus” (Cl. 1. 5) e está “já prestes para se revelar no último tempo” (I Pe. 1. 5). Sua esperança não consiste nesta vida, nem neste mundo, mas no aparecimento do seu Salvador para levá-lo para si (Jo. 14. 1-3; I Jo. 3. 2, 3).

Se fez Maldito por Mim e por Ti

VERSÍCULO:
Cristo nos redimiu da maldição da Lei quando se tornou maldição em nosso lugar, pois está escrito: “Maldito todo aquele que for pendurado num madeiro”. -- Gálatas 3:13

PENSAMENTO:
Condenado! Não apenas no sentido de ser zombado, mas também no sentido de receber a condenação de morte por causa dos nossos pecados; ele morreu numa cruz – pendurado numa árvore perante uma multidão que zombava dele, executado como um criminoso subhumano.Mas a beleza da sua vergonha e desgraça é que Deus fez delas nossa redenção. O escárnio de Jesus nos trouxe liberdade da condenação dos nossos próprios pecados. Glória a Deus! Glória a Jesus!

ORAÇÃO:
Todo Poderoso Pai, nem consigo fingir que entendo seus caminhos por que o Senhor exigiria de si mesmo um sacrifício tão horrendo para me redimir. Precioso Salvador, não consigo imaginar como foi estar pendurado numa cruz perante uma multidão, carregando o pecado do mundo inteiro. Tudo que peço é que o Espírito Santo leve gratidão do meu coração enquanto Ele intercede por mim agora.Obrigado! Louvo ao Senhor! Que minha vida honre ao Senhor verdadeiramente! No poderoso nome de Jesus eu Lhe louvo. Amém.

Jesus escolheu os 12, a mim e a você

VERSÍCULO:
Escolheu doze, designando-os apóstolos, para que estivessem comele, os enviasse a pregar -- Marcos 3:14

PENSAMENTO:
Há muitos pensamentos fascinantes e intrigantes nesta pequenafrase. A frase que toca meu coração é esta: “...para que estivessemcom ele...” Isso me lembra daquela grande passagem em Atos 4:13: “ereconheceram que eles haviam estado com Jesus.” Eu sei que nãopodemos “estar com” Jesus da mesma forma que os 12 apóstolosestiveram com ele. Mas, nós temos os quatro Evangelhos que contam ahistória dele. Quando foi a última vez que você sentou e leu umEvangelho? Quando foi a última vez que você leu um Evangelho epediu para Jesus se revelar e revelar a vontade dEle para você? Porque você não passa tempo com Jesus esta semana!

ORAÇÃO:
Santo Pai, obrigado pelas Escrituras. Obrigado especialmentepelos Evangelhos que contam a história do Seu Filho. Por favor,perdoe-me por não passar mais tempo Lhe conhecendo melhor.Abençoe-me neste momento no qual estou me comprometendo a buscarmais a Jesus. Abençoe-me com um conhecimento maior da vontade dEle.No santo nome de Jesus eu oro. Amém.

12 de mar de 2008

Viva na Lei do Senhor

VERSÍCULO:
Já os que se apóiam na prática da Lei estão debaixo de maldição,pois está escrito: “Maldito todo aquele que não persiste em praticar todas as coisas escritas no livro da Lei”.
É evidente quediante de Deus ninguém é justificado pela Lei, pois “o justo viverá
pela fé”.
-- Gálatas 3:10-11

PENSAMENTO:
Felizmente Deus providenciou o Sacrifício que nos faz justos e paga pelos nossos pecados, porque nenhum de nós guarda a Lei de Deus perfeitamente. Em sua graça sem limites, Deus enviou Jesus para fazer o que nós não podemos fazer: viver uma vida perfeita e oferecer-se como o sacrifício perfeito pelos nossos pecados. Nós não temos que viver sob a lei tentando merecer nossa perfeição e a
aceitação de Deus. Ao contrário, nós vivemos pela fé, confiando que Deus olhará para nós através da perfeição de Cristo, e não da nossa imperfeição; que Ele vai nos julgar baseado na santidade de Jesus, e não nas nossas transgressões; e olhar para nós através da Justiça do Filho, e não da nossa injustiça. Desta maneira, nós cumprimos o requerimento de justiça da Lei, sem ficarmos presos à “maldição da
lei”

ORAÇÃO:
Deus Poderoso e Santíssimo, obrigado por seu plano de graça que me trouxe de volta do pecado e da morte, e que me deu um jeito de viver vitoriosamente para o Senhor. Obrigado, querido Pai, por Jesus e sua vida incrível e santa bondade, e por Seu sacrifício generoso e amoroso pelos meus pecados. Que as palavras que eu digo, e que a maneira na qual eu vivo mostrem que a sua graça cativou meu coração, e que fé verdadeira em Jesus mudou minha vida. No nome de Jesus eu oro. Amém.

Você tem um alicerce

VERSÍCULO:
Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo. -- 1 Coríntios 3:11

PENSAMENTO:
Só há uma fundação na qual a Igreja e a vida cristã podem ser construídas. A fundação é Jesus Cristo (ver 1 Pedro 2:4-7; Efésios 2:20). Ele é quem Deus mandou para nos salvar (João 3:16). Ele é o caminho, a verdade e a vida, o único caminho para Deus (João 14:16). O Senhor Jesus Cristo é o nome acima de todo nome, o nome diante do qual todo joelho se ajoelhará (Filipenses 2:5-11). Ele é o único nome através do qual nós somos salvos (Atos 4:12). Passemos tempo hoje especificamente honrando Jesus como Senhor com nossos corações, nossas palavras e nossas ações.

ORAÇÃO:
Senhor Jesus, Seu nome está acima de todo nome que já existiu. Sua glória se estende até antes da Criação, e durará até depois que toda luz de todo sol tenha sido extinta. Seu amor sacrificial que me salvou é maravilhoso e sem comparação. Por favor, receba minha adoração e louvor do fundo do meu coração. Ao Senhor pertencem toda a glória, majestade, poder, e graça pelo que o Senhor fez para me
salvar, e pelo que fará um dia para me levar para casa com o Senhor! Amém.

Você é Escolhido

VERSÍCULO:
Portanto, como povo escolhido de Deus, santo e amado, revistam-se de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência. -- Colossenses 3:12

PENSAMENTO:
Que pensamento! Somos amados como filhos santos e escolhidos de Deus. Não é de admirar que Deus nos chama para um estilo de vida de compaixão, bondade, humildade, benignidade e paciência! Pense sobre quantas vezes nosso Pai precisou usar estas qualidades conosco!
Como não poderíamos compartilhar com outros o que Deus tem compartilhado conosco com tanta abundância?

ORAÇÃO:
Pai no céu, obrigado por me valorizar tanto. Ao mesmo tempo em que sei algumas das maneiras nas quais não chego a ser o que o Senhor gostaria que fosse, e muitas razões para o Senhor não querer me escolher como um filho santo e amado, eu Lhe agradeço por ter me amado tão ricamente e me valorizado tanto! Por favor, faça sua obra poderosamente em mim através do seu Espírito Santo, para eu me
tornar mais semelhante ao Senhor, não para minha glória, mas para Sua glória. No nome de Jesus eu oro. Amém.

9 de mar de 2008

Vereadores impõem Lei do Silêncio em igrejas e escolas

BELO HORIZONTE - A partir de hoje, todas as escolas e templos religiosos de Belo Horizonte terão que se adequar à lei 9.505/07, a chamada Lei do Silêncio, e não mais poderão emitir barulho superior a 70 decibéis.

A decisão foi tomada ontem à tarde na Câmara Municipal, que decidiu manter o veto do prefeito Fernando Pimentel (PT) ao artigo 10 da lei - sancionada ano passado, mas que não estabelecia limites máximos de ruídos para as instituições de ensino e qualquer igreja da capital. Portanto, todos terão que se adequar à norma, assim como já havia sido imposto aos bares, residências e outros estabelecimentos de Belo Horizonte.

Dos 31 vereadores que votaram, 20 se posicionaram a favor da inclusão dos templos religiosos na nova lei e 11 foram contrários ao veto do prefeito. Para a vereadora Neusinha Santos (PT), líder do governo na Câmara, seis colegas descumpriram o acordo firmado antes do início dos trabalhos.

"A emenda que tratava do assunto no artigo 10 da lei foi elaborada pelos vereadores, mas alguns que estavam na casa sequer desceram para votar. Trabalhei contra o veto. Contabilizamos que pelo menos seis pessoas não cumpriram com a palavra. Não há como calar as crianças dentro de uma escola. É uma coisa complexa. As escolas não têm como fazer um tratamento acústico nas salas e em seus pátios", afirmou.

Após a derrota na Câmara, os vereadores que defendiam a exclusão de templos e escolas do projeto prometeram revidar. O grupo anunciou que irá recolher as 21 assinaturas necessárias para criação de um novo projeto de lei, que estipula maior tolerância de decibéis. A vereadora Neusinha Santos prometeu entregar o projeto até amanhã. "Se tudo der certo, em dez dias conseguimos colocá-lo em votação novamente. É o tempo de passar pelas quatro comissões e ser votado", disse.

Durante os discursos no plenário, alguns vereadores se mostraram a favor de derrubar o veto e evitar que templos e instituições de ensino cumpram os limites de barulho. A bancada evangélica, composta por seis parlamentares, falou em perseguição contra os templos. O pastor Carlos Henrique (PR) defendeu o volume promovido nos cultos, mas disse que os templos evangélicos já estão se adaptando à nova realidade. "Nunca tivemos a intenção de prejudicar nossos vizinhos", ressaltou.

Para o vereador Autair Gomes (PSC), segundo vice-líder do governo na Câmara, os templos não têm dinheiro para fazer tratamentos acústicos. "A decisão não foi boa para as igrejas e nem para as escolas", afirmou.

Ao justificar o veto em relação às igrejas, o prefeito Fernando Pimentel disse em entrevista, no final de janeiro, que "nenhuma religião poderia ficar acima da lei". "As igrejas, sejam de que religião forem, são como qualquer outro estabelecimento da cidade e devem seguir as normas de conduta, inclusive de adequação sonora", afirmou.

Conhecida como a capital dos bares, na realidade, Belo Horizonte tem mais igrejas que botecos. São pelo menos 1.105 templos contra 586 bares. De acordo com a prefeitura, 10% das reclamações em relação ao barulho excessivo vêm de pessoas que vivem próximo a esses lugares.

8 de mar de 2008

A Vida de Paulo (Parte I)

A – FAMÍLIA

Paulo era Fariseu, pois seus pais eram Fariseus. Ele mesmo fala sobre isso em
(At 23:6).

Foi cidadão romano afirmando isso quando foi atado pelo centurião. (At 22:25-28).

Sua mãe era desconhecida, pois em nenhuma passagem da Bíblia achamos algum relato a respeito dela.

Sua irmã vivia em Jerusalém, como mostra em (At 23:16). Vemos aqui também que o seu sobrinho o ajudou avisando da cilada que estavam armando para o mata-lo.
(At 23:12-16).

B – INFÂNCIA

Nasceu por volta do ano 1 a.C e seu nome é uma homenagem ao rei Saul. Era um Benjamita e nasceu em Tarso que é capital da Cilícia, um centro comercial com povoação mista. A cidade possuía um templo de Baal e uma universidade. (At 22:3).

C – EDUCAÇÃO

Sua Educação foi em Tarso em seu próprio lar e na sinagoga.

Aprendeu a fazer tendas e fez desse aprendizado como uma profissão para o seu ganha pão. (At 18:3).

Estuda com Gamaliel, um célebre doutor da lei entre os judeus(At 5:34; 22:3).

D – JUVENTUDE

Sua juventude foi como um dos principiais perseguidores dos discípulos e seguidores de Jesus e do seu verdadeiro evangelho que tinha o povo como seguidores de uma seita. (At 9:1-3; 22:4).

Esteve presente no apedrejamento de Estevão e o povo ali dispuseram as vestes de Estevão aos seus pés que ainda era conhecido como Saulo. (At 7:58).

Vemos em (At 26:5), que Paulo era fiel e guardava a lei tanto dos homens como principalmente á de Deus. (Tg 1:25).

E – SUA CONVERSÃO

A sua conversão se iniciou próximo da cidade de Damasco quando estava inda atrás dos discípulos e seguidores de Jesus. (At 9:3).

O primeiro momento de Paulo com o Senhor foi através da voz d’Ele(At 9:4-6), isso após perceber que o rodeou uma grande luz do céu e aí caiu por terra e ouviu a voz de Cristo o exortando. (At 22:6-8).

Após este lindo momento, ele levantou e percebeu que havia ficado cego, então precisou da ajuda dos homens que com ele estava para que o levantassem e o carregassem até a cidade de Damasco e por três dias ficou cego. (At 9:8-9).

No período em que estava caído por terra, Jesus o repreendeu acerca de suas perseguições, pois Jesus só repreende e exorta aquele a quem Ele ama. (At 22:7-8).

Em (At 9:6) vemos que Saulo recebeu sua resposta de Jesus, pois Jesus como fez com Saulo faz com cada um de nós porque Ele tem uma resposta para cada situação de nossas vidas.

Saulo após este encontro com Jesus começou a orar e jejuar, pois Jesus já estava ouvindo e recebendo as suas orações, porque Ele mesmo falou para Ananias a cerca das orações e jejuns de Saulo que logo mais ficara reconhecido somente como Paulo. (At 9:9-11).

Após esta visão Jesus envia Ananias para ter com Saulo, pois era através de Ananias que Jesus iria curar a cegueira de Saulo e foi assim que aconteceu. (At 9:11-12).

Então Ananias após contestar com Jesus a respeito da vida de Saulo, pois ele era um perseguidor dos discípulos e seguidores d’Ele, então sendo submisso a ordem de Jesus foi ao encontro de Saulo e colocou sobre ele as mãos, pois além curar a as cegueira Jesus o Batizou com o Espírito Santo e o encheu da Tua Unção. (At 9:17-18).

O Crente

Primeiro Livro da SÉRIE DESPERTAR. Wellington era jovem e um dia achou que a vida sem Jesus era algo que talvez fosse proveitoso. Com sua namorada, Kelly, comparecia a várias festas noturnas. Entretanto, numa noite, visitando novamente a igreja, viu que nada no mundo era mais importante que a vida com Deus. E agora, como ele ira superar a decepção de sua namorada e colocar em prática a chama do evangelismo que arde em seu peito? Para ler esta historia é só clicar em Baixar.


4 de mar de 2008

Sobrevivendo ao 81º andar do Word Trade Center


Coelho ou cordeiro? Eis a questão!

O ser humano não precisa de um coelho de Páscoa, antes sim, do cordeiro da Páscoa

As lojas sofrem uma transformação radical na disposição e apresentação dos produtos já existentes, pois chegaram aqueles que vão reinar nas prateleiras, pelo menos por alguns dias, e vidrar os olhos de todas as crianças, desde as menores até as “crianças” maiores – os famosos ovos de Páscoa. As escolas de educação infantil alteram a normalidade de suas atividades, a fim de que as crianças assumam um nova cara e um breve “sonho”, o sonho de ser coelho por um dia, pois afinal, é Páscoa.

Em meio à essa confusão achocolatada pascal, até o Mickey Mouse sai dos refletores e dirige-se ao camarim, tendo em vista que um outro animal já ganhou a cena – O “coelho de Páscoa”. O coelho, mamífero roedor silvestre, já domesticado, caracterizado por longas orelhas, bela pelagem, dois pares de dentes incisivos superiores, deslocamento por pulos ligeiros, e por uma reprodução rápida e abundante, apesar de tornar-se o símbolo mitológico da superstição de fertilidade e prosperidade de alguns povos do mundo antigo, permanece impotente para acrescentar qualquer benefício significativo, diante do real sentido da Páscoa.

O termo “Páscoa”, oriundo do verbo hebraico Pasah e do substantivo Pesah, significa “passar sobre algo”, “passar através”, “passar por cima”, e ainda significa “cordeiro pascal”. Tais significados, relacionam-se com a última das dez pragas enviadas por Deus contra o Faraó e toda a terra do Egito, por ocasião da libertação do povo de Israel da escravidão naquela nação, ou seja, a praga da morte de todos os primogênitos em todo o Egito, humanos e animais, registrada no livro de Êxodo 12:1-36. Entretanto, nenhum dos primogênitos do povo de Israel foi ferido pelo juízo de Deus, porquanto o Senhor “passou por cima ou sobre suas casas” sem atingí-los. A razão de tal livramento foi a confiança na Palavra de Deus de que tudo se cumpriria e a resultante obediência em marcar os batentes das portas com o sangue de um cordeiro separado para aquele fim, conforme se lê: “O cordeiro será sem defeito, macho de um ano; podereis tomar um cordeiro ou um cabrito...Tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem... Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão; comê-lo-eis à pressa: é a páscoa do Senhor. Porque naquela noite passarei pela terra do Egito, e ferirei na terra do Egito todos os primogênitos, desde os homens até os animais; executarei juízo sobre todos os deuses do Egito: Eu sou o Senhor. O sangue vos será por sinal nas casas em estiverdes: quando eu vir o sangue, passarei por (“cima de”) vós, e não haverá entre vós praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito. Este dia vos será por memorial e o celebrareis como solenidade ao Senhor: nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo” (Êxodo 12:5, 7, 11-14).

Este memorial prefigurava o cumprimento perfeito da Páscoa de Deus que se consumou na vida impecável de Jesus, O Cristo, e, principalmente, em sua morte como o substituto providenciado pelo próprio Deus em lugar dos pecadores, a fim de que, pelo seu sangue, livre do juízo e da “ira vindoura” de Deus todos aqueles que renderam-se ao senhorio de Jesus Cristo, pela fé no Evangelho. Deus não mais requer, nem aceita sacrifícios de sangue, sejam animais ou humanos, pois as Escrituras afirmam: “Ora todo sacerdote se apresenta, dia após dia, a exercer o serviço sagrado e a oferecer muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca jamais podem remover pecados; Jesus, porém, tendo oferecido para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus... Porque como uma única oferta aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados” (Hebreus 10:12-14). Por isso, João Batista, ao ver a Jesus, indicou: “Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! (João 1:29), e pela mesma razão o apóstolo Paulo escreveu: “...e como, deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro, e para aguardardes dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, Jesus, que nos livra da ira vindoura.”(I Tessalonicenses 1:9-10). O ser humano não precisa de um coelho de Páscoa, antes sim, do cordeiro da Páscoa.