30 de mar de 2008

Mais Curiosidades Diversas

• As 2 únicas mulheres cujo a Bíblia cita as idades é Sara, esposa de Abraão, veja Gn.23.1 e a profetisa Ana, veja Lc.2.36,37.

• O segundo capítulo de Esdras é semelhante ao sétimo capítulo de Neemias.

• O único livro do Velho Testamento que tem apenas um capítulo é o livro de Obadias.

• O Salmo 14 é igual ao Salmo 53.

• A Bíblia faz menção a um livro que nós não conhecemos, o livro chamado Livro das Guerras do Senhor, Nm 21.14.

• O nome de personagem bíblico que mais aparece na Bíblia é o de Davi, que aparece parece cerca de 1105 vezes

• Os primeiros livros a serem escritos não foram os evangelhos e sim a epístola de Tiago e Gálatas

• Na Bíblia há pelo menos 6468 ordens ou mandamentos.

• A palavra Graça aparece 323 vezes na Bíblia.

• A Bíblia registra 8000 vezes a palavra Deus e 177 a palavra diabo.

• Quando Mateus narra a parábola da semente e refere-se a semente que caiu em boa terra, ele diz que produziu à 100,60 e 30 por um. Porém, quando Marcos narra a mesma parábola contada por Jesus e refere-se a semente que caiu em boa terra, ele diz produziu à 30,60 e 100 por um, Mt 13.8. Você sabia que esta inversão é explicada pelo fato de Mateus apresentar Jesus como Rei, e o Rei começa de cima para baixo e Marcos apresentar Jesus como servo, e o servo começa de baixo para cima.
• Um dos maiores compositores bíblicos é o rei Salomão, que escreveu 1005 músicas, IRs 4.32.

• A palavra ovelha aparece 500 vezes na Bíblia.

• A Bíblia foi escrita em 3 línguas: hebraico, aramaico e grego.
• O Antigo Testamento encerra citando a palavra: Maldição, e o Novo Testamento encerra citando: A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo.

• O livro de Ester e Cantares não citam a palavra Deus.

• A palavra El Shadai significa Deus Todo Poderoso e ocorre 50 vezes na Bíblia sendo 31 vezes somente no livro de Jó.
• A paternidade de Deus aparece 189 vezes no Evangelho, sendo 44 vezes no Evangelho de S.Mateus, 4 vezes no Evangelho de S.Marcos, 17 vezes no Evangelho de S.Lucas e 124 vezes no Evangelho de S.João.

• Na Bíblia são encontrados : 3.566.480 letras, 810.697 palavras, 31.173 versículos e 1.189 capítulos
• A palavra Evangelho vem do grego e signfica - Boas Novas e aparece 75 vezes no Novo Testamento

• Cristo é chamado Senhor Jesus 21 vezes no texto do Novo Testamento.

• Salmos 107 há 4 versículos exatamente iguais: os versículos 8,15,21 e 31

• Calvário ou Gólgota. Ambas as palavras, a primeira derivada do latim e a segunda do aramaico, significam "a caveira" ou "o lugar da caveira", e fazem referência ao lugar onde Cristo foi crucificado (Mt 27:33, Lc 23:33).
Se o chamaram "o lugar da caveira" por ser um local de execução (um lugar onde havia caveiras) ou porque o lugar parecia com uma caveira, não se sabe ainda hoje. A localização exata do calvário é atualmente desconhecida devido ao fato de Tito ter destruído Jerusalém no ano 70 D.C. Durante uns 60 anos, a cidade permaneceu em total ruína. Poucos cristãos regressaram para viver ali, e os que o fizeram, certamente eram em menor número do que aqueles que fugiram da cidade e não tiveram condições de reconhecer nenhum lugar em meio à devastação total.
Vários lugares têm sido sugeridos como a provável localização da sepultura, mas só dois deles são considerados com seriedade. Um é no interior da igreja do Santo Sepulcro, e outro é o calvário de Gordon, com sua tumba do jardim.

• Os instrumentos citados na Bíblia são:

SALTÉRIO: Instrumento de cordas para acompanhar a voz (Salmo 33.2; 144.9). Era uma espécie de alaúde, semelhante à viola, mas de forma triangular ou trapezoidal;

CÍMBALOS: Instrumentos de percussão formados por dois pratos;

ALAÚDE: Instrumento de corda, semelhante à viola. É a tradução da vulgar palavra hebraica nebel. Nebel é a maior parte das vezes traduzido pelo termo saltério. As cordas eram tocadas com os dedos (Isaías 5.12; 14.11; Amós 5.23; 6.5);

TAMBORINS: Pequenos tambores. Ainda hoje as mulheres do Oriente dançam ao som do tamborim. (ver: Êxodo 15.20; 2 Samuel 6.5; Jó 21.12);

HARPA: É o mais antigo instrumento musical que se conhece, existindo já antes do dilúvio (Gênesis 4.1). A palavra hebraica kinnor, que se acha traduzida por harpa, significa provavelmente a lira. Os hebreus faziam uso dela, não só para as suas devoções, mas também nos seus passatempos. Nas suas primitivas formas parece ter sido feita de osso e da concha de tartaruga. Que a harpa era um instrumento leve na sua construção, claramente se vê no fato de ter Davi dançado enquanto tocava, assim como também fizeram os levitas (1 Samuel 16.23; e 18.10). Não era usada em ocasiões de tristeza (Jó 30.31; Salmo 137.2).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Pessoal todos estão autorizados a deixar o seu comentário do conteúdo deste Projeto e assim que puder estarei lendo e se possível respondendo.
Fiquem com Deus!